Realidade aumentada: campanha de natal da coca-cola

maxisite_blog_13122018

Se você gosta do tradicional e super fofo, diga-se de passagem, urso polar da Coca-Cola, você vai amar esta notícia! A empresa desenvolveu um aplicativo de realidade aumentada, no qual você consegue ficar ainda mais próximo do personagem e sua família, que está completando 25 anos.

O app Natal Coca-Cola, que está disponível para sistemas Android e IOS, dá acesso a um conteúdo exclusivo, passando quatro histórias do símbolo natalino da marca. Para viver esta magia é necessário baixar o aplicativo e escanear as embalagens temáticas da Coca-Cola e Coca-Cola Sem Açúcar. De acordo com a empresa, cada embalagem de 310ml, 350ml, 2L e 3L traz um episódio diferente, todos com áudios e títulos, sendo eles: “Se não consegue, peça ajuda”; “Quando um fala, o outro escuta.”; “Caravanas de Natal” e “Na ceia, todos participam.” Ao escanear as embalagens, elas serão projetadas em ambiente real e uma “porta” se abrirá, “tirando” os ursos da lata e dando vida a eles.

Segundo a Diretora de Comunicação e Marketing da Coca-Cola Brasil, foi encontrada uma oportunidade de trazer esta interação para as embalagens, adicionando tecnologia à magia do Natal, já que cada vez mais pessoas estão conectadas diariamente em seus smartphones.

Além do aplicativo, a marca também traz outras ações para esta época festiva. No e-commerce, combos de ursinho e garrafas de alumínio podem ser personalizadas para presentear ou enfeitar a ceia. Você também encontra bolsas térmicas e garrafinhas de vidro no site. Já na TV, o filme com situações clássicas da data e a mensagem de união podem ser vistos em diversos horários e canais da tv aberta. Temos também as Caravanas, que já estão começando a se espalhar por todas as regiões do país, levando a magia do Natal. Cerca de 80 cidades serão visitadas pelos tradicionais caminhões vermelhos e iluminados da Coca-Cola.

Sabemos que a Coca-Cola sempre traz ideias inovadoras e campanhas de arrasar, mas neste ano eles pensaram bem fora da caixinha e conseguiram criar uma forma de interação familiar, aproximando o cliente da marca e aliando o uso da tecnologia ao nosso lado sentimental. Afinal, quem não quer ver o urso ganhar vida e ficar frente a frente com você?

 

Conheça todos os nossos serviços e se aproxime dos seus clientes: www.maxisite.net | Fale com a nossa equipe: comercial@maxisite.net ou (24) 2237-0107

Internet das coisas: fatos curiosos

maxisite_BLOG_18102018(1)

Você já ouviu falar em internet das coisas? A sigla IoT que, em inglês, é chamada de internet of things, tem ganhado cada vez mais espaço. Mas, afinal de contas, o que isso quer dizer? Objetos, recursos e cidades inteligentes! A internet das coisas possibilita facilidades desde desligar e ligar uma lâmpada até a contribuição para o funcionamento de cidades inteligentes, especialmente grandes metrópoles, reduzindo o desperdício de água, energia e regulando o fluxo urbano, entre outras vantagens.

Qualquer objeto que tenha uma tecla de ‘liga-desliga’, de maneira automática e programada, faz parte desse conceito. O objetivo principal é a facilidade conquistada em diversas atividades do dia a dia. Como, por exemplo, imagine que você está a caminho de uma reunião, aciona seu calendário, e tem acesso a melhor rota a ser seguida. Não só isso, dependendo do trânsito, seu carro pode enviar uma mensagem para a pessoa com quem vai se reunir notificando o atraso. Segundo especialistas da área, haverá mais de 20 bilhões de dispositivos interconectados até 2020. Além disso, alto-falantes e medidores elétricos estão entre os principais dispositivos na área de IoT.

Conheça alguns fatos curiosos sobre a Internet das Coisas!

1. A IoT pode prever necessidades

Imagine que ao usar diariamente os dispositivos conectados na sua casa, você receba notificações sobre o que precisa resolver. Como, por exemplo, produtos que estão faltando na sua geladeira?

2. Cidades inteligentes: uma realidade

Se você acha que é só na sua casa que a IoT pode existir, está redondamente enganado. Na Espanha, por exemplo, há dispositivos instalados para monitorar rachaduras em pontes e rodovias, além de monitores programados para ajudar idosos. Cidades inteiras, principalmente grandes metrópoles, podem se tornar inteligentes; reforçando a segurança e otimizando a produção e redução no gasto de energia.

3. Computadores não fazem parte da IoT

É que o termo é utilizado para dispositivos que geralmente não tem conexão com a internet (lâmpadas, geladeiras, carros), mas que através do trabalho árduo de desenvolvedores passam a realizar determinadas ações sem que haja necessidade de intervenção humana.

internet-das-coisas

Curtiu esse post? Confira todos os nossos serviços: www.maxisite.net

Business Intelligence: o que é e para o que serve?

maxisite_18092018

Você já ouviu falar em BI, ou melhor, business intelligence? Por décadas os empreendedores usavam a experiência no mercado para tomar decisões importantes, mas com o grande avanço tecnológico essa forma de lidar com o próprio negócio mudou de cenário. Abriu-se um espaço para a tomada de decisões estratégicas baseadas em coletas de dados, informações essas adquiridas de algum sistema para ação e monitoramento dos melhores resultados para o seu negócio.

A percepção dos insights e o monitoramento de ações são só algumas das vantagens do business intelligence, você ainda pode contar com novas janelas de oportunidades, identificar custos excedentes e, a partir disso, otimizar preços, além de ter uma gestão muito mais eficiente e otimizada do seu negócio de maneira geral.

Imagine que você tem um sexshop e que seu carro-chefe sempre foi um vibrador da marca x, que já está há algum tempo no mercado. Com o software específico de BI, além do seu e-commerce, você também monitora o interesse pelo produto através das redes sociais, um importante e pertinente indicador para o seu segmento. No entanto, com uma análise detalhada, o produto que antes era seu nº 1 no ranking de vendas teve uma queda brusca de vendas, cerca de 50%. Informação identificada, você descobre que outro produto da mesma marca, só que mais moderno e com mais funcionalidades – com 3 modos de vibração a mais que a versão anterior e à prova d’água – teve um aumento na procura, em cliques e vendas. A partir daí, é possível relacionar cada um dos modelos a uma experiência e proposta diferente um do outro. Como assim? O modelo que é à prova d’água, por exemplo, vai bem na mala se você for viajar pra algum lugar diferente e quiser relaxar, unindo a experiência de conhecer um lugar novo a experiência de conhecer novos modos de vibração. Por que não?

Para continuar no mercado é necessário conhecer as tendências e os hábitos de compra do seu cliente, só assim você saberá qual direção deve tomar para alcançar melhores resultados.

Conte com a Maxisite, conheça nossos serviços: www.maxisite.net

Relíquias Tecnológicas: Pager

2018-06-22

Se você é da época que tinha que ligar pra uma central para anotarem a sua mensagem para o pager de alguém, seja bem-vindo ao relíquias tecnológicas!

O pager surgiu em 1949, quando foi inventado por Alfred J. Gross para ser utilizado no Hospital de New York Jewish, e foi liberado para fins comerciais só 10 anos depois. O aparelhinho era um walkie talkie mais desenvolvido que utilizava o sistema de rádio. Foi nos anos 80 e 90 que ele ficou popular.

Até 1992 ele era conhecido como “bip” por quase todos que o utilizavam, por causa da função de apitar ou vibrar ao avisar que uma mensagem tinha sido enviada para a central. Já os mais moderninhos exibiam a mensagem no visor do cristal líquido.

Quem nunca viu o tal do pager deve estar se perguntando como essa troca de mensagens funcionava. O envio das mensagens era feita a partir de uma central de atendimento, para a qual a pessoa ligava do telefone convencional e ditava a mensagem desejada para um atendente no style “Um momento, senhor, estamos enviando a sua mensagem.”

Você deve estar pensando “e quando o celular surgiu?”. Os dois tiveram um período de convívio pacífico até que os celulares começaram a ficar mais baratos e acessíveis e aí, é claro, o uso do pager acabou sendo descontinuado. E você, conheceu e usou o pager?

pager_veja

Reprodução: Pinterest

Acesse o nosso site e conheça nossos serviços: www.maxisite.net

3 Dicas de SUCESSO para VENDER na internet

maxisite_29052018_FACEBOOK-ou-blog

Montar uma loja virtual bem-sucedida é o desafio de muitos empreendedores, principalmente para aqueles que estão começando agora. Por outro lado, com essas 3 dicas de sucesso para vender na internet suas chances de atingir o seu público-alvo só aumentam!

Confira nossas dicas de sucesso para vender na internet:

1- TER UM SITE RESPONSIVO

Tudo que estiver disponível no site deve funcionar da melhor forma possível, por isso o site responsivo é fundamental e pode ser facilmente visualizado no computador,  celular e tablet. O cliente precisa ter o máximo de facilidade ao acessar a sua loja virtual. Caso contrário, haverá desistência e dificilmente ele retornará ao site. Os problemas mais comuns são: site lento, imagens muito pequenas, grande quantidade de anúncios, má escolha das cores e fontes.

2- SEGURANÇA NA HORA DA COMPRA

É preciso avaliar a solução ideal para o tamanho do seu negócio, mas não se pode deixar de garantir segurança ao cliente no momento da compra, pois este é um dos fatores mais determinantes durante a tomada de decisão do seu cliente.

3 – DISPONIBILIZAR DIFERENTES CANAIS DE COMUNICAÇÃO (MÍDIAS SOCIAIS)

Esteja presente nas redes sociais, só assim você transformará seguidores em clientes! Ter um chat ou um e-mail específico para o atendimento ao cliente e colocar o número de telefone bem visível no site é fundamental. Além disso, ter um blog com conteúdos relevantes – sobretudo, se estes forem influenciadores de compra – é uma excelente ação, já que você poderá divulgar ofertas e oferecer conteúdos relacionados à sua loja, favorecendo os mecanismos de busca e relevância do seu site.

Conheça nossos serviços de Sites Responsivos, Registro de Domínio, Hospedagem, E-commerce e Catálogo de Produtos: www.maxisite.net/criacao-de-site