Infográfico: A história da publicidade em ordem cronológica

Na Antiguidade Clássica, mais precisamente em Pompeia, foram encontrados vestígios de tabuletas que anunciavam combates entre gladiadores. Os egípcios também esculpiam avisos públicos em pedaços de ferro.

Buscando contar um pouco da História da Publicidade, o pessoal da Infolinks criou o infográfico abaixo, que traça uma linha do tempo de curiosidades de 2000 a. C. até 2012.

E aí, curtiu? ;)

20 Sacadas publicitárias em anúncios criativos

Hoje em dia, o marketing está muito concentrado na web interativa, temos campanhas virais que dão um resultado muito significante aos clientes. Os anúncios impressos continuam sendo também uma arma muito poderosa, porém com muito mais difículdade de atração do leitor. Muitas vezes, vemos alguns anúncios e ficamos pensando “O que que eles quiseram dizer com isso?”, ultimamente se utiliza muito a combinação anúncio publicitário + humor, para atrair o usuário a ter um sentimento a mais sobre uma simples folha de papel. Neste post, vamos apresentar 20 Sacadas publicitárias em anúncios criativos.

Inspire-se!

Via: Criatives

A arte da persuasão. Você domina?

A palavra persuasão origina-se do termo “Persuadere” que faz referência ao ato de “levar alguém a praticar determinada ação e/ou pensamento”. Apesar de confundirmos persuasão com convencimento, persuadir uma pessoa é muito diferente de convencer uma pessoa. A persuasão apela para as questões emocionais e sentimentais, enquanto o convencimento apela para a razão e inteligência do individuo. Sendo assim, a melhor maneira de persuadir uma pessoa é através da busca pela conquista emocional, uma comunicação agradável e um grande nível de empatia entre ambos. Ao definir a retórica como “a arte de descobrir o que há de persuasivo em cada assunto”, Aristóteles afirma que devemos apelar para a vontade das pessoas, depois para sua sensibilidade e por fim para sua inteligência, dando ênfase, porém para aquele ponto em que a pessoa se deixa por influenciar de maneira mais fácil e vulnerável.

Como se tornar mais persuasivo?


01.   Seja seu maior fã.

Se nem você acreditar em si próprio, quem acreditará? A autoconfiança é o ponto inicial para ser reconhecido pelo mercado, mas, ainda assim é preciso reconhecer que apesar de tudo todos nós estamos propensos a aprender com as situações e as pessoas. Se julgar é necessário desde que isso seja feito de maneira saudável. Perceber seus pontos fortes e reforça-los para que isso seja uma qualidade a mais na sua personalidade. Observar os pontos fracos, questionar-se sobre o que fazer para mudar esse fator e estimule-se a encontrar uma perspectiva que o torne interessante aos olhos do mercado.

02.   Tenha o que oferecer.

Leia, se inspire, questione-se.  Para que uma pessoa se sinta persuadida por algum tema é necessário que você saiba muito bem sobre o assunto que se trata a conversa. Quando você mostra que sabe o que está falando as pessoas tenderam a prestar mais atenção ao que você diz. Uma boa gramática e nada de gírias atribuirá relevância ao seu discurso. Cumpra metas, honre prazos, e nunca chegue atrasados aos compromissos, ter credibilidade e se mostrar responsável te trarão maiores benefícios.

03.   Não desista nunca.

Quem quer vencer nunca desiste! A persistência é uma importante arma para quem deseja ser uma pessoa persuasiva quando é usada com bom senso. A resposta natural para qualquer coisa que pedimos será sempre a negativa, sendo assim não tenha medo de contestar um “não” e vá em busca de uma boa resposta. Corra atrás e atingirá seu objetivo.

04.   Tenha um objetivo, sempre.

Tudo tem o por que. Por mais clichê que seja a oração anterior tem o seu valor. É necessário que se tenha um objetivo antes de sair por aí traçando metas e tomando atitudes. Sendo assim, toda ação sempre terá uma causa e a consequência desta dependerá de suas atitudes. Trace metas, estimule caminhos, determine pontos e atinja seu objetivo.

05.   Silêncio é a melhor comemoração.

Após conseguir persuadir uma pessoa e estar certo de que seus argumentos foram suficientes para leva-la a acreditar naquilo que você acredite o melhor, se cale. Ter paciência e humildade para se manter calado após uma persuasão bem executada é uma arma importantíssima para o arsenal de um bom influenciador.

Via: Mídia Publicitária