Qualquer pessoa pode ser encontrada nas Redes Sociais em apenas 12 horas de busca

Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Ciência e Tecnologia de Abu Dhabi, dos Emirados Árabes Unidos, mostra que é possível localizar qualquer pessoa nas redes sociais em apenas 12 horas de busca pela internet. Essa estimativa de tempo se aplica, inclusive, para encontrar perfis da qual se tem pouquíssimas informações com que trabalhar.

Para chegar a esse resultado, foi realizada uma competição em que os participantes deveriam encontrar cinco usuários escolhidos aleatoriamente em cidades norte-americanas e europeias. As únicas pistas que os participantes receberam foram uma foto da pessoa, o nome de sua cidade e a informação de que o perfil a ser encontrado teria um logotipo do evento.

Após 12 horas, três dos cinco escolhidos haviam sido encontrados. A tática mais eficiente, segundo os participantes, foi encontrar pessoas geograficamente próximas ao alvo e recrutá-las para ajudar na busca.

“O fenômeno das 12 horas de separação (entre uma pessoa e outra) depende crucialmente da capacidade de mobilização direcionada nas redes sociais, usando informações geográficas para recrutar pessoas”, afirma Alex Rutherford, responsável pelo estudo. Segundo ele, com o incentivo correto e mais conhecimento sobre o conteúdo procurado, é possível encontrar os perfis ainda mais rápidos.

Fonte: Intelligenza

Como o mundo utiliza as Redes Sociais

A Social Jumpstart, empresa de consultoria e análise de redes sociais, elaborou um infográfico sobre como as pessoas utilizam as mídias sociais ao redor do mundo.

 

De acordo com o material, em um dia típico os internautas são responsáveis por consumir conteúdo equivalente aos dados de 168 milhões de DVDs. Eles também enviam 294 milhões de e-mails e postam 2 milhões de mensagens em blogs. Os números revelam, ainda, que 50% de todos os usuários da internet se inscreveram em alguma rede social no ano passado, totalizando 2,4 bilhões de internautas que utilizam ao menos um desses serviços.

 

O Facebook, como não poderia deixar de ser, é a rede social mais popular do mundo, sendo a mais acessada delas em 127 dos 136 países que fizeram parte da pesquisa. Segundo o infográfico, Bangkok (Tailândia) é a cidade com maior número de perfis cadastrados no Facebook: 12,7 milhões. Em segundo lugar, aparece Jacarta (Indonésia), com 11,6 milhões de usuários.

 

O Brasil figura na terceira posição, representado pela cidade de São Paulo, que contabiliza 8,7 milhões de perfis na rede de Mark Zuckerberg. Os internautas brasileiros também ocupam as primeiras posições entre os que mais acessam o Twitter: ao todo, são 33 milhões de contas cadastradas, o que deixa o País como o segundo maior da rede de microblogs, atrás apenas dos Estados Unidos (107 milhões de perfis).

 

A participação brasileira também é destacada no LinkedIn, rede social com foco em contatos profissionais, na qual o País registrou crescimento de 91,6%, totalizando 6,8 milhões de usuários. Esses números colocam o Brasil como o terceiro que mais cresce na referida plataforma, além de ser o quarto em número de usuários — atrás dos Estados Unidos (58,5 milhões), Índia (13,3 milhões) e Reino Unido (8,4 milhões).

 

Confira abaixo o conteúdo completo do infográfico:

Texto Blog

Fonte: Intelligenza