Marketing viral ​:::​ ​viralidade​ ​não​ ​nasce​ ​de​ ​berço,​ ​é​ ​construída

Um conteúdo viral é aquele que foi altamente compartilhado e reconhecido, dando visibilidade para a mensagem. Como isso acontece?

- Boca a boca é o principal fator; ele é responsável por 20 a 50% de todas as decisões de compra.

- 92% das pessoas que assistem vídeos em mobile compartilham com os amigos.

- 78% dos pequenos negócios atraem clientes através das redes sociais.

- 68% dos consumidores buscam empresas nas redes sociais antes de comprar qualquer produto.

Você​ ​sabia?

A geração Z busca 2x mais informações em redes sociais do que a geração Y e 4x mais do que a X.

- Mais de 50% dos executivos dão notas abaixo de 3 para suas empresas no seu trabalho com redes sociais.

- 50% dos consumidores são mais propensos a clicar em um link se a marca já apareceu múltiplas vezes nas suas pesquisas.

- 93% das pesquisas online começam com um mecanismo de busca.

Os​ ​7​ ​tipos​ ​de​ ​conteúdos​ ​virais

★ Artigos e posts de blogs Eles disponibilizam um conteúdo com fácil acesso e variadas visões de mundo.

★ Apps Unem utilidade com diversão, sempre há um espaço para um app novo no mercado.

★ Quizz As pessoas adoram responder um quizz, isso alimenta seus desejos.

★ Vídeo (incluindo vlogs) 69% dos usuários de smartphone acham que vídeos são a solução perfeita para consumir conteúdo neste dispositivo.

★ Áudio (incluindo podcasts) A melhor opção para atividades que ocupam o corpo (dirigir, fazer exercícios, trabalhar, etc.)

★ Infográficos Uma informação visualmente organizada, fácil e rápida de ser consumida.

★ Jogos A rotina estressante dá abertura para um momento de diversão; os jogos conquistam as pessoas e ajudam a relaxar.

Conheça​ ​as​ ​ ​características​ ​do​ ​Marketing​ ​Viral

#1 Artigos com mais de 2.000 palavras têm quase o dobro de compartilhamentos do que artigos com menos de 1.000 palavras;

#2 Listas têm altos números de compartilhamento (principalmente quando possuem 10 itens);

#3 ​Imagens ajudam um conteúdo a trazer, aproximadamente, o dobro de compartilhamentos;

#4​ ​O título é como uma paraquedas, se seus clientes não clicam nele é um mal sinal;

#5 ​Pra ser viral, o conteúdo precisa ser gratuito. Um conteúdo pago é difícil de ser compartilhado;

#6 Apela para as emoções. A neurociência mostra que as emoções são essenciais para quase todas as decisões que tomamos;

#7 Oferece umas promessa para o leitor: o que ele muda na sua vida, nos seus relacionamentos? Agregar valor é a palavra-chave;

#8 Apresentam números e estatísticas; esse tipo de dado é mais completo e traz uma visão mais clara sobre o assunto;

#9 ​Traz informações de uma fonte confiável, a autoridade de quem produz o conteúdo o torna muito mais atrativo;

#10​ ​Fornece o conteúdo relevante, de qualidade e que vale a pena ser compartilhado. Como podemos ver, adaptando Shakespeare, há mais coisas entre o céu e o marketing viral do que pode imaginar nossa vã filosofia. As pessoas agem pelo princípio de ação e reação, por isso, com o marketing viral não seria diferente.

Duas frases podem ajudar a refletir sobre tudo dito até então:

{O que está sempre na mente tem compartilhamento frequente.}

{Quando gostamos, compartilhamos.}

Na prática, é preciso pensar​ ​como o cliente.

Conheça a Gestão de Redes Sociais: www.gestaoderedessociais.com

Assine nossa newsletter:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>