4 cuidados na hora de escolher o logo da sua startup

Todo cuidado é pouco na hora de escolher a imagem que representará sua empresa

 

 

Números, figuras, combinação de cores, jogos de palavras, formas geométricas – tudo junto e misturado! Espere. Não é assim que se cria um logotipo. Não dá para pegar uma imagem aqui, uma palavra acolá, misturar uma cor e voilà. O logotipo é o que fará com que o cliente reconheça sua marca só de bater o olho, portanto sua escolha deve ser criteriosa.

Não existe uma fórmula para o logo perfeito, mas existem alguns cuidados essenciais que devem ser tomados durante o processo. Confira algumas dicas para ajudá-lo neste importante passo da sua empresa:

 

1. Entenda seu mercado

Entender o mercado significa conhecer seu negócio de “ponta a ponta”. Ou seja, seu público-alvo em potencial, a cultura da sua empresa, a concorrência, saber como as pessoas enxergam sua marca, o que elas esperam do produto e o que ele representará no cotidiano delas. Assim, será possível transmitir um diferencial e encontrar um posicionamento adequado.

 

2. Menos é mais

A simplicidade é um dos principais componentes de um logotipo. Muitas cores, desenhos, símbolos e fontes extravagantes podem transformar sua marca em algo confuso e difícil do seu público-alvo assimilar. Além disso, é importante ter em mente que seu logo será reproduzido em diferentes locais e tamanhos, como jornais, outdoors, adesivos e placas, entre outros. Muitos elementos e cores com certeza irão dificultar a reprodução final. Vale ressaltar ainda que ser simples não quer dizer não ser sólido ou marcante.

 

3. Explore o significado das cores

A cor é um elemento fortíssimo de uma marca. Cada cor tem um significado específico. Juntas podem ressaltar sua marca e proposta como empresa ou podem também confundir o público e distanciá-lo. Por exemplo, o vermelho representa paixão, vigor, amor, perigo etc. Empresas que tenham essa essência em seu negócio ou desejam transmitir isso ao público podem usá-lo como tonalidade. As cores também podem ser usadas combinadas. O preto, o dourado e o prata transmitem a ideia de uma companhia “premium”, por exemplo.

 

4. Fuja do modismo

Seguir algo que esteja na moda pode ser muito vantajoso a curto prazo e gerar um bom impacto positivo. Mas, pelo menos na intenção, todos os empreendedores querem criar empresas sustentáveis e de longo prazo. Com isso, é extremamente importante criar um logo que seja atemporal.

É hora mudar, e agora?

Mesmo com todo cuidado, planejamento e visão de longo prazo, você pode sentir a necessidade de mudar o logotipo da sua startup em algum momento. Isso não é o fim do mundo. Marcas consolidadas, como a Pepsi, já fizeram isso dezenas de vezes e não perderam seu branding.

Quando a empresa muda o foco, renova o portfólio de produtos, é adquirida ou entra em um novo mercado, uma mudança de logotipo ajuda a marcar a transição. Nada de desespero. Volte às recomendações acima e mãos à obra!

 

Fonte: Revista PEGN

 

 

Assine nossa newsletter:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>